Início > Uncategorized > Casas de Vitalzinho são alvo de buscas da Lava Jato.

Casas de Vitalzinho são alvo de buscas da Lava Jato.

vital-do-regoO ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rêgo Filho, foi alvo de busca e apreensão em nova fase da operação Lava Jato. Ele é acusado de ter cobrado propinas de fornecedores da Petrobras para que eles não fossem convocados para depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) instalada pelo Congresso Nacional, em 2014, para apurar irregularidades na Petrobras. A ação incluiu o deputado federal Marco Maia, também alvo da operação, com buscas realizadas em Brasília e no Rio Grande do Sul. No caso de Vitalzinho, houve busca e apreensão em Campina Grande, João Pessoa e em Brasília. A nova etapa da operação recebeu o nome de Deflexão.

Os mandados de busca e apreensão para coleta de provas foram autorizados pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).Vitalzinho e Maia foram delatados, inicialmente, pelo ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT) e depois por donos de empreiteiras. O outro membro da CPMI, suspeito de envolvimento na suposta cobrança de propinas, foi o ex-senador Gim Argelo, que se encontra preso atualmente. Por não ter mais foro privilegiado, ele foi julgado pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela operação Lava-Jato no primeiro grau.

Na época, Vitalzinho era senador e ocupava o cargo de presidente da comissão. Já Marco Maia era o relator da comissão parlamentar. Em maio, Teori havia autorizado a abertura de inquérito para investigar o envolvimento dos dois na Lava Jato com base na delação premiada do senador cassado Delcídio do Amaral. No pedido de abertura de inquérito, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, alegou que os fatos narrados por Delcídio indicam crimes de concussão ou corrupção passiva.

Um dos delatores da Lava Jato, o executivo da Andrade Gutierrez Gustavo Xavier Barreto afirmou em depoimento à Polícia Federal que a blindagem aos empreiteiros foi discutida em um almoço na casa de familiares do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), preso e condenado na Lava Jato sob acusação de cobrar propina para barrar a convocação de empresários na CPI da Petrobras. Ainda de acordo com Barreto, Vital do Rêgo participou do almoço.

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: