Início > Uncategorized > Chikungunya e Dengue já mataram 29 pessoas na PB em 2016.

Chikungunya e Dengue já mataram 29 pessoas na PB em 2016.

dengueO Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-PB), participa nesta sexta-feira (2) das atividades da mobilização nacional contra o mosquito Aedes aegypti. As Gerências Regionais de Saúde e municípios estarão juntamente engajadas, com foco na eliminação dos criadouros.

Até o dia 18 de novembro, foram notificados 43.939 casos de dengue na Paraíba, com cinco casos de óbito em Cajazeiras, Itabaiana, Monteiro, Rio Tinto e Santa Rita.

Chikungunya, outra doença transmitida pelo aedes, teve 20.423 casos registrados, com 24 óbitos em toda a Paraíba, sendo 11 na grande João Pessoa e 2 casos em Campina Grande.

Foi também registrado um total de 4.707 casos de Zika, sem óbitos registrados.

De acordo com a gerente operacional de Vigilância Epidemiológica da SES-PB, Izabel Sarmento, com a chegada do verão, o ciclo evolutivo do Aedes reduz de sete para cinco dias, motivado pelas chuvas espaçadas e o intenso calor da estação, que vai de dezembro a março. “Por isso, se faz necessário que as ações sejam intensificadas previamente e de forma contínua. Uma mobilização como esta traz um alerta e convoca todas as instâncias (federal, estadual e municipal), junto à população, para juntos combatermos o mosquito”, alertou.

A primeira atividade será uma visita aos carros do pátio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), às 8h30, em Bayeux, com a presença do ministro das Cidades, Bruno Araújo. “Na oportunidade, será assinada a autorização de liberação para leilões de veículos inservíveis que se encontram na PRF e servem de criadouros do mosquito”, informou Izabel.

A equipe da mobilização, juntamente com o ministro das Cidades, segue, depois, para visita à Escola Técnica Estadual de Bayeux. Em seguida, Bruno Araújo conhecerá a Sala Estadual de Situação, no Espaço Cultural, que desenvolveu, entre outras ações, o aplicativo Aedes na Mira. As atividades serão concluídas na Unidade de Saúde da Família, da comunidade Brasília de Palha, no Miramar.

Mobilização – A ação nacional será coordenada pelo Ministério da Saúde e o Governo da Paraíba, por meio de diversas secretarias e outras instituições estaduais. A atividade deve envolver os trabalhadores num momento de discussão e sensibilização, por 10 a 15 minutos, sem paralisação das atividades e ainda uma vistoria nos ambientes internos e externos de todos os espaços públicos das três esferas de governo (federal, estadual e municipal).

A ação é semelhante à outra iniciada pelo Governo do Estado em dezembro de 2015. De acordo com o Plano Estadual de Combate ao Aedes, foi instituído o “dia da faxina”, no qual todas as quartas-feiras, os órgãos estaduais promoviam, entre seus trabalhadores, uma vistoria com o objetivo de eliminar criadouros do mosquito.

Além da participação das instituições, é importante o envolvimento da população, que deve fazer a sua parte, descartando todos os objetos que venham a ser possíveis criadouros, evitando o nascimento e a proliferação do mosquito.

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: