Início > Uncategorized > Quem abre dissidência ganha eleição na Paraíba.

Quem abre dissidência ganha eleição na Paraíba.

sssssssss“Quem ganha eleição é a dissidência”. A frase do ex-deputado estadual, historiador e ex-prefeito de Santa Rita, Marcus Odilon Ribeiro Coutinho, explica a derrota do esquema governista na Capital, nas eleições municipais deste ano, fato que se repete com frequência nas campanhas para prefeito e governador. Algumas vezes a dissidência não emplaca e acaba derrotada. Em 2010, PSB e PMDB eram aliados. O então prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), apoiava e tinha o apoio do então governador José Maranhão (PMDB). Os dois tinham um adversário comum: o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Ao perceber que havia espaço aberto, Ricardo não teve dúvidas: rompeu com José Maranhão, abrindo dissidência no esquema governista, alisou-se a Cássio Cunha Lima e foi para a disputa do Governo contra o peemedebista, que tinha direito à reeleição e confiava que teria o apoio do socialista. Como bem disse Marcus Odilon, o dissidente Ricardo Coutinho derrotou José Maranhão e governou quatro anos com apoio de Cássio.

Em 2014, o dissidente foi o tucano Cássio Cunha Lima. Ele rompeu com Ricardo Coutinho mas se deu mal politicamente, contrariando a declaração de Marcus Odilon de que dissidente ganha. Cássio foi derrotado por Ricardo na disputa pelo Governo do Estado.

Motivo da derrota: o PSDB de Cássio não atraiu o PMDB de José Maranhão, que ficou com o PSB de Ricardo Coutinho proporcionando-lhe a reeleição. Como Ricardo tornou-se o personagem central da política paraibana, as leituras se inverteram: Ricardo se juntou com Cássio para derrotar Maranhão. Conseguiu. Depois, Ricardo se juntou com Maranhão para derrotar Cássio. Também conseguiu. Por esta ótica, pode-se afirmar que Cássio e Maranhão resolveram dar o troco em 2016.

Em 2012, rompimento partiu de Agra

Antes, na campanha de 2012, para prefeito de João Pessoa, a dissidência aberta pelo prefeito Luciano Agra (PSB) levou Luciano Cartaxo (PT) à Prefeitura. Vice de Ricardo, Agra assumiu a quando ele renunciou para disputar o governo em 2010.

Agra deu continuidade ao estilo administrativo de Ricardo e planejava ser candidato à reeleição, mas o partido não permitiu e o nome de Estela Bezerra foi apresentado como alternativa. Inconformado, Agra rompeu com Ricardo e passou a apoiar Luciano Cartaxo, que ainda contava com a força do PT e do governo federal. Com o slogan Luciano vota em Luciano, Cartaxo ganhou.

Os outros partidos lançaram candidatos: José Maranhão com o poder do PMDB e Cícero Lucena com o apoio do PSDB e do grupo Cunha Lima. O eleitor já tinha experimentado Cícero na prefeitura duas vezes e Maranhão no Governo três vezes. Estela não tinha experiência administrativa, mas tinha o apoio do governador Ricardo Coutinho, duas vezes prefeito.

PSDB e PMDB juntos

Em 2016, o senador José Maranhão foi o dissidente da vez. Rompeu com o governador Ricardo Coutinho no rastro da pré-candidatura própria do PMDB para prefeito de João Pessoa, com o deputado federal Manoel Junior.

O PMDB de Maranhão se juntou ao PSDB de Cássio Cunha Lima para derrotar a candidatura de Cida Ramos (PSB), apoiada pelo governador. Os dois apoiaram a candidatura do prefeito Luciano Cartaxo à reeleição, com o peemedebista Manoel Junior na condição de vice. Funcionou.

O historiador José Octávio de Arruda Melo, autor do livro “História da Paraíba, Lutas e Resistências, 13ª Edição, lembra que a história política do Estado é repleta de exemplos de dissidências e rompimentos em função do crescimento exagerado individual de algumas lideranças e de siglas partidárias.

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: