Início > Uncategorized > PM da PB precisa explicar direito: por que atirou (e matou) um jovem numa blitz.

PM da PB precisa explicar direito: por que atirou (e matou) um jovem numa blitz.

14265016_2218156611656659_5049201112126902555_n-768x597Dois jovens em uma moto “furam” uma blitz em um local muito movimentado de João Pessoa, a orla de Manaíra. Na suposta tentativa de fuga, o motoqueiro teria tentado “atropelar” policiais. Na versão da PM, um deles ainda tenta sacar uma arma para atirar contra os PMs. O resultado disso? Um tiro no pescoço do rapaz que estava no carona da moto. A polícia fez questão de mandar uma foto da suposta arma para os jornalistas.

Na versão do jovem que conduzia a moto e sobreviveu, os dois passaram pela blitz, mas ele não percebeu que era para parar. Ninguém tinha arma e eles estavam passeando. A vítima, Cícero da Silva Júnior, de 20 anos, era da cidade de Teotônio Vilela, em Alagoas, e fazia faculdade de Fisioterapia, em Maceió. Por telefone, o condutor negou qualquer ação agressiva, como “tentar atropelar” os policiais. Negou a existência de uma arma.

Estava com uma bolsa e nela, segundo ele, havia celulares que pegaram no conserto. Falou ainda que depois que viu que o amigo não estava na garupa
(havia caído) voltou para vê-lo, mas a polícia não deixou ninguém se aproximar.

Em nota, a polícia acrescenta ainda que o local escolhido para a referida blitz “atendeu aos casos e denúncias de assaltos que vinham sendo registrados nos últimos dias nos bairros de Manaíra e Bessa, que tinham como suspeitos homens de moto”.  Diz ainda: ” refutando desde já qualquer julgamento que não seja com base em provas e procedimentos previstos em lei, como vem sendo especulado desde o momento do fato”.

jovem-morto

O procedimento policial foi correto? 
Mas como não contestar o procedimento? A policia atirou em uma pessoa em plena Orla de Manaíra, numa blitz e esse fato não deve ser refutado? Independentemente das versões,o procedimento não deve ser contestado? No mínimo, o Comando da Polícia Militar da Paraíba, a Secretaria de Segurança Pública precisa explicar o procedimento. Esse é o procedimento? Atirar em quem fura blitz, em qualquer lugar?

Não há sinais de tiroteio, nem de provas de que houve reação do jovem. A nota, nem a versão da polícia não são suficientes para isso. Por que a polícia tão equipada não perseguiu o motoqueiro? Por que não usou o rádio para interceptar a moto lá na frente? A Orla de Manaíra é mão única, o bairro é extremamente policiado. Não seria tão difícil chegar com todo aparato colocado na ação.

A polícia parece que condenou um jovem à morte, que passeava em João Pessoa, sem direito de defesa, sem reação. Se não foi isso, precisa apresentar provas irrefutáveis de que não foi um erro grave em meio a tantos acertos. Não me lembro de ser essa a regra de ação.

http://blogs.jornaldaparaiba.com.br/laertecerqueira/

Fotos: Facebook

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: