Início > Uncategorized > SAMU promete apurar negligência no caso de mulher que morreu após omissão de socorro.

SAMU promete apurar negligência no caso de mulher que morreu após omissão de socorro.

samu-ambulancia_foto-walla_santosA Prefeitura de João Pessoa (PMJP) encaminhou na tarde desta quarta-feira (11) nota em resposta à denúncia de familiares de Tereza Cristina, de 39 anos, moradora do bairro Jardim Bom Samaritano, em João Pessoa, que morreu supostamente por omissão do SAMU-JP (Serviço Móvel de Urgência). Ela morreu na madrugada de terça-feira (10) após passar mal e o SAMU ter supostamente negado socorro.

De acordo com nota encaminhada pela Secretaria de Comunicação da Capital, o “episódio em que familiares alegam ter ocorrido negligência no atendimento da senhora Tereza Cristina, na madrugada desta terça-feira (10), por parte do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de João Pessoa (SAMU-JP)”, está sendo apurado pelo próprio SAMU.

“De acordo com coordenador médico do SAMU, Leonardo de Lima Leite, já estão sendo levantados todos os dados para análise e apuração do caso. Ele afirmou que já foi solicitada cópia da gravação dos telefonemas e que, caso seja confirmada negligência por parte do profissional que atendeu a ocorrência, será aberto um processo interno que pode culminar até no desligamento do profissional dos quadros do SAMU”, diz a nota da Secom.

Os familiares da vítima afirmam ter chamado o SAMU duas vezes, mas teriam negado atendimento.

“Samu pegou e falou que tinha caso mais importantes para resolver, deu boa noite e desligou o telefone”, reclamou a filha da vítima.

A filha afirma que ligou duas vezes para o Samu e a médica pedia para falar com a paciente, mas a mãe estava tendo convulsões e não conseguia falar. De acordo com os familiares, Tereza Cristina sofria de pressão alta.

Queimaduras – Quanto à paciente que denunciou na madrugada desta quarta-feira (11) omissão de atendimento no Ortotrauma de Mangabeira, a Secom-JP informou que o Complexo Hospitalar no momento não tem estrutura para receber esse tipo de urgência.

Mulher com queimaduras é levada ao Trauminha, mas tem atendimento negado no hospital

A paciente chegou ao Trauminha durante a madrugada com graves queimaduras mas não teria conseguido atendimento. Segundo a assessoria do Ortotrauma, a médica do SAMU orientou que ela procurasse o Hospital de Emergência de Trauma Senador Humberto Lucena, que é referência para queimaduras, no entanto o SAMU não levou a paciente para a unidade hospitalar, que teve que ir de táxi.

=

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: