Reajuste de aluguel pode chegar a 50% até início de 2012

Edson Verber

Os contratos antigos de locação de imóveis nos últimos meses de 2011 e no começo de 2012 devem ser reajustados com base no IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) de novembro na faixa dos 6%. Já os contratos novos e os que deverão ser renovados devem ter reajuste médio de 20%, mas há casos em que podem chegar a um aumento de 50%.

Foi o que informou, ontem, o presidente do Secovi-PB (Sindicato da Habitação da Paraíba), Inaldo Dantas, que destaca o fato de os contratos antigos, geralmente firmados para 36 meses, serem alvos de dois reajustes nesses três anos, devendo, obrigatoriamente, serem com base no IGP-M, nos termos da legislação em vigor. Já nos casos de contratos novos e os que deverão ser renovados, o reajuste fica a critério das partes que devem negociá-lo.

“Pelo que tenho observado e levando em conta até o meu caso, que estou renovando meu contrato com um reajuste de 22%, acho que no todo o índice percentual médio deverá ser de 20%. Entretanto, como a negociação é livre nesses casos, pode chegar até 50%, uma vez que tem imóveis cujos proprietários podem julgar que estão com os aluguéis muito baixos e pleitear uma correção mais alta”, disse Inaldo.

Boas negociações
Inaldo Dantas disse, que “quando interessa ao proprietário manter o inquilino no seu imóvel, por vários fatores – mas destacando a conservação do mesmo -, sempre chega a uma negociação de um índice intermediário na faixa dos 20%. Entretanto, caso contrário, com certeza pedirá bem mais se aproximando dos 50%. Aí o inquilino é que tomará a decisão final”, enfatizou.

Tendência de renovação
Depois de lembrar que o índice de reajuste é livre tanto para o imóvel que vai ser alugado a outra pessoa, como o que vai ter o contrato renovado, Inaldo Dantas destacou que “a tendência, no geral, é a renovação dos contratos. Acho que mais de 60% dos contratos que se vencerão nos próximos meses deverão ser renovados, porque o índice de inflação não está muito alto e sinaliza para boas negociações”.

Nos casos de imóveis comerciais disse que é um capítulo à parte porque a carência dos mesmos, em áreas estratégicas como as ruas principais dos bairros mais populosos, os percentuais de reajuste são bastante altos. “Em uma área como a Josefa Taveira, em Mangabeira, por exemplo, sequer existem imóveis para alugar e há casos de locação mensal acima de R$ 10 mil”, concluiu.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s